Tubulações industriais em polímetro

INTRODUÇÃO

As Tubulações industriais em polímero são mais leves, de fácil manuseio e sem obstruções internas devido ao eficiente escoamento de material.
Em sua maioria são fabricadas em polietileno ou polipropileno.
Na manutenção proporcionam maior facilidade de troca e/ou remoção de segmentos em comparação a tubulações em outros materiais.
Poder ser montadas flangeadas e/ou soldadas por termofusão.

APLICAÇÕES MAIS COMUNS

· Transporte de sólidos, mineração e dragagem;
· Redes de abastecimento e distribuição de água;
· Redes de distribuição de gás natural;
· Sistemas auto-propelidos para irrigação;
· Redes de combate a incêndios;
· Redes de proteção e condução de cabos elétricos, telefônicos e de fibra ótica;
· Emissários e travessias subaquáticas;
· Instalações industriais;
· Recuperação de tubulação danificada;
· Inserção (“Relining”).
· Entre outros

VANTAGENS DA APLICAÇÃO

· Maior variedade de diâmetros e classes de pressão;
· Alta resistência química;
· Alta resistência a impactos;
· Alta resistência à abrasão;
· Alta resistência ao “stress-craking”;
· Imunidade à corrosão;
· Baixo efeito de incrustação;
· Excelentes características hidráulicas, como baixa rugosidade;
· Longa vida útil;
· Flexibilidade;
· Leveza;
· Atoxidade;
· Absoluta estanqueidade;
· Alto índice de impermeabilidade a gases e vapores;
· Soldabilidade excelente;
· Manuseio e instalação simples e fácil;
· Menor número possível de juntas.

INSTALAÇÃO

Os tubos de polietileno permitem técnicas de soldagem denominadas soldagem por termofusão.
A soldagem por termofusão consiste, basicamente, em submeter às extremidades dos tubos a serem soldadas à temperatura e tempo determinados. Em seguida, unir as superfícies fundidas sob certa pressão, ocasionando a interação das massas fundidas, resultando em um corpo único que mantém as mesmas propriedades e características dos materiais originais.